Harvard, Stanford, Oxford, Cambridge, Yale. Estas são as 5 primeiras Universidades a ocuparem o TOP 200 2018  do Instagram, ranking desenvolvido pela própria mídia social para avaliar a presença e relevância de instituições de ensino ao redor do globo.

Sabemos que estas são, reconhecidamente, as maiores universidades do mundo e se diferenciam quanto à qualidade do ensino, inovação, iniciativas em pesquisa e internacionalização. Ter estas universidades assumindo as 5 primeiras posições do ranking talvez não seja uma surpresa tão grande quanto a satisfação da UNIFOR  – Universidade de Fortaleza ao perceber que na pesquisa que apontaram as gigantes, lá estava ela, ocupando a 13ª posição geral e 1ª posição entre as instituições de ensino brasileiras.

Conversamos com a Assessora da Diretoria de Comunicação e Marketing, Carolina Quixadá, para saber como a UNIFOR recebeu este reconhecimento, às quais fatores atribuem a conquista e ela também compartilhou dicas para as IES que desejam conquistar resultados parecidos nos próximos anos.

 

PLANETA Y: O ranking traz nas primeiras posições uma maioria esmagadora de universidades dos Estados Unidos, seguido por IES do Reino Unido. Sabemos que a inovação parte do primeiro mundo, por terem muito mais incentivo e cultura orientada à pesquisa e desenvolvimento. A UNIFOR ocupar a 13ª posição geral e 1ª posição entre as IES brasileiras, neste cenário, é algo realmente grandioso.
UNIFOR: Absolutamente. Recebemos o reconhecimento com muito orgulho, pois sabemos do significado, olhando o contexto geral, da conquista. E seguido do sentimento de orgulho, sentimos também o peso da responsabilidade. Temos a plena certeza de que nada ainda está pronto ou acabado porque nossos esforços foram reconhecidos. O aprendizado é constante e nunca estamos satisfeitos. Precisamos melhorar sempre. E agora, a “barra subiu” daí o peso da responsabilidade que mencionei.

 

PLANETA Y: Vivemos e trabalhamos em um país de dimensões continentais. Além das desigualdades econômicas, nos comparando aos países mais desenvolvidos, aqui dentro mesmo, vemos uma distribuição de riquezas e competências muito mais centralizada na região Sudeste em detrimento, em especial, às regiões Nordeste e Norte, tradicionalmente mais carentes de recursos. Em um assunto ainda tão novo e cheio de descobertas como Marketing Digital e o trabalho engajado nas Mídias Sociais, ter uma universidade de Fortaleza, no Ceará, liderando o ranking é bem interessante.
UNIFOR:  A questão remonta ao início da UNIFOR. O Senhor Edson Queiroz, quando pensou na proposta da Universidade, já percebia a necessidade de qualificação dos profissionais do Norte / Nordeste como uma das alavancas que trariam mais desenvolvimento e equidade para as regiões. Se hoje, esta ainda é uma demanda, imagina em 1973 quando a UNIFOR foi concebida. Desta maneira, estar entre os grandes só reafirma o propósito pelo qual fomos criados e demonstra que trabalho com esforços orientados vão acabar por produzir resultados positivos, mesmo que o cenário macro não seja tão favorável assim.

 

PLANETA Y: Já que você mencionou o trabalho com esforços orientados, conta para nós como foi o início do trabalho da UNIFOR nas Mídias Sociais.
UNIFOR: Desde muito cedo estivemos presentes nas mídias sociais, com exceção do Facebook que só foi implantado em 2016. Existia um temor da nossa parte em não saber orientar corretamente a comunicação e com isso acabar não se posicionando adequadamente, bem como não saber lidar com os comentários e demais engajamento dos nossos atuais e potenciais alunos. Foi assim que chegamos à conclusão que, se queríamos fazer algo correto e que tomasse grandes proporções, precisávamos de um parceiro com expertise e know how na área. E assim começou nossa parceria com a Planeta Y  Iniciamos pelo PMS – Programa de Mídias Sociais da PY – onde pudemos organizar e sistematizar a equipe de trabalho bem como ampliar as estratégias e capacidades de monitoramento, relacionamento e conversão pela gestão das mídias sociais. Implementamos o PMS em 2015 e, juntamente com ele, nos tornamos também clientes da ferramenta PY e, desde então, conseguimos atender nossa comunidade digital, gerenciar a jornada do candidato pelo funil de captação social e comprovar nossos investimentos digitais. Temos absoluta certeza que estar entre as maiores universidades do mundo no ranking 2018 do Instagram e ocupar a 1ª posição entre as IES brasileiras, se deve, em grande parte, à essa parceria de sucesso entre UNIFOR e PY.

 

PLANETA Y: Como a gestão e as equipes envolvidas receberam a implementação de uma ferramenta de automação em Mídias Sociais? Houveram dificuldades ou resistência?
UNIFOR: o PY foi desenvolvido exclusivamente para o segmento educacional, inclusive este foi o diferencial e ponto decisivo de nossa escolha. Assim, a ferramenta “fala a nossa língua” o que gera muito mais empatia e menos resistência. É claro que enfrentamos dificuldades! Indicar os DDIs (donos da informação), automatizar os e-mails, integrar os contatos internos… Foi necessária uma sensibilização em torno do tema. Mas a ferramenta é simples e prática de ser usada e nós não nos sentimos apenas “clientes” da Planeta Y e, sim, parceiros. Sempre há consultores à disposição e que se mantém próximos. Além disso, estamos em constante sugestão de melhorias, baseada na nossa experiência diária, o que mostra que o PY está bastante engajado com o nosso sucesso.

 

PLANETA Y: Para encerrarmos Carolina, qual a mensagem que você pode deixar para as outras IES brasileiras?
UNIFOR: Não existe receita de bolo. Não está pronto. É um processo em constante construção, mudança e atualização. Precisamos entender que só uma parte não é capaz de fazer pelo todo. Tecnologia é tão necessária quanto estratégia, quanto equipe. Precisamos estar atentos às necessidades da instituição, ao mercado que ocupamos e aproveitar toda a riqueza de conteúdo e insigths através da interação com nossos prospects. Dados só geram valor se interpretados. Caso contrário são apenas informações. E como representantes do um mercado tão nobre, como o educacional, temos o compromisso de nos associarmos ao conhecimento e, através dele, produzir avanços capazes de impactar nossa sociedade.

 

E você, o que você achou da entrevista da Carolina Quixadá, Assessora da Diretoria de Comunicação e Marketing da UNIFOR? Conte para nós nos comentários.
Ficou interessado em saber mais sobre como o PMS – Programa de Mídias Sociais e a ferramenta PY podem alavancar os resultados da sua IES? Clique aqui  e solicite uma reunião com um de nossos consultores especializados.
Morais Equipe Planeta Y: