Você administra as páginas oficiais da sua Instituição de Ensino nas redes sociais e muitas vezes precisa responder uma interação mas não pode fazer porque não tem um perfil pessoal da IES? Deseja conversar com seus alunos mas já percebeu que nem sempre vai consegui utilizando as Fanpages do Facebook?

Hoje, um dos grandes desafios do profissionais de marketing digital, e principalmente daqueles que atuam mais diretamente com as mídias sociais, é conseguir se relacionar com alunos e prospect nas mídias sociais de forma humana e, ao mesmo tempo, institucional. Ou seja, criar uma canal de comunicação direto com seus alunos e prospects.

Os profissionais de marketing digital que diariamente se deparam com os desafios de gerenciar as páginas de suas universidades vão concordar que o ideal seria ter um perfil que possibilite um diálogo mais informal e direto com o seu público.

Será que é possível humanizar a minha marca educacional?

Diante desse cenários, algumas instituições de ensino encontraram uma solução bastante criativa para resolver esse impasse: um Personagem Social.

O principal objetivo desse personagem é humanizar a marca e conseguir se relacionar com o seu público sem as restrições que as Fanpages impõem. Afinal, apesar de ser uma ferramenta imprescindível para a criação e divulgação de conteúdo, o Facebook para empresas ainda é bem limitado quando o assunto é relacionamento, e o caráter institucional de uma página de Ensino Superior costuma ter grande impacto na hora de se relacionar.

Por isso, algumas instituições de ensino como o Instituto Vianna Jr e o Unipê, decidiram criar um personagem social.

Mas afinal: o que é um Personagem Social?

Um personagem social, nada mais é do que um interprete ou um protagonista que represente de forma carismática a Universidade. O seu principal objetivo é transmitir os valores e interesses da sua Instituição de Ensino sem ser necessariamente uma réplica da IES.

A ideia central de um personagem social é que ele seja um entusiasta da IES, um aluno ou funcionário apaixonado, que compartilhe as mesmas ideias e até mesmo os mesmos conteúdos. Que converse com os alunos de igual para igual mas que, ao mesmo tempo, sirva de inspiração para eles.

E por que criar um Personagem Social?

1. Humanização da marca

Quando conversamos com nosso público como uma marca educacional nós generalizamos: compartilhamos conteúdo com todos da mesma forma e temos mais receio com as respostas. Mas sabemos que as pessoas são diferentes, e possuem valores, sentimentos, caráter, forma e conteúdos diferentes.

Criando um personagem social por meio de um perfil pessoal nas redes sociais temos a oportunidade de estar no mesmo lugar que nossos alunos e assim, falarmos a mesma língua que eles. Usando uma comunicação mais informal e, consequentemente, mais agradável e exclusiva para cada interação podemos conversar com nossos “amigos” e fortalecer nossos laços.

2. Estratégia de conteúdo criativa e informal

Ao utilizar um perfil pessoal com o Personagem Social da sua IES, será possível compartilhar diferentes tipos de conteúdos – não apenas os institucionais. Assim, você e sua equipe terão liberdade para criar uma estratégia de conteúdo muito mais criativa e informal, utilizando conteúdos que sejam relevantes para o seu público e que, de alguma forma, represente o dia a dia dos universitários de hoje.

Você poderá utilizar toda a sua criatividade para criar os conteúdos, sempre lembrando de ser relevante e transmitir os valores e interesses da IES. O ideal seria transmitir esses conteúdos de forma lúdica e responsável tentando sempre mostrar para o seu público que você se interessa e se preocupa com os interesses deles.

3. Velocidade e assertividade nas respostas

Vale ressaltar que ser um mensageiro social não é o único objetivo do Personagem Social. A criação desse protagonista possibilita atender à necessidade de se comunicar diretamente com seu púbico. Isso significa que o seu personagem servirá de apoio não apenas a captação e retenção de alunos, mas também com o atendimento via redes sociais. Falamos um pouco sobre as necessidades do SAC 3.0 em outro post, confira aqui.

Com o Personagem Social você poderá responder interações que não foram feitas diretamente para a sua IES. Pode comentar em postagens relacionadas a sua universidade ou comunidade acadêmica e ainda poderá solucionar dúvidas e questionamentos de alunos ou prospects que estão com alguma dificuldade na inscrição de uma prova, ou no pagamento de alguma taxa. Tudo isso de uma forma bem mais informal e agradável.

4. Apoio à Fanpage

A proposta do Personagem Social nunca será concorrer com a Fanpage oficial da sua IES. Pelo contrário, seu objetivo é servir de apoio a página oficial e preencher algumas lacunas que uma página institucional não consegue, como, por exemplo, responder às interações que não foram feitas diretamente em sua página.

Além disso, o perfil pessoal do seu Personagem Social poderá auxiliar na divulgação e no engajamento dos conteúdos publicados na página institucional ao incentivar a comunidade acadêmica a comentar e compartilhar tais conteúdos.

As vantagens e benefícios de um personagem social

As vantagens do Personagem Social dependem muito do posicionamento e do tipo de conteúdo que a sua IES pretende criar para as mídias sociais. Por isso, é importante que antes de criar um protagonista para sua marca educacional você conheça e avalie o que seus alunos, prospects e comunidade acadêmica falam sobre a sua universidade.

Conhecer as percepções do seu público é uma das etapas mais importantes para criar uma estratégia digital consolidada e assertiva.

Equipe Planeta Y: Sempre de olho no que acontece nas Redes Sociais, nossa equipe de especialistas digitais traz para você os novos insights em estratégia para mídias sociais, direcionadas para o Mercado Educacional.