Estamos chegando em julho, último mês da campanha de inverno. São somente mais alguns dias para a captação e falta pouco para os novos alunos começarem a estudarem na sua IES.

Como estão os números da sua Campanha de captação? Estão sendo impactados pelas mudanças do FIES, com suas medidas de contingenciamento?

Além do orçamento restrito e a baixa procura dos potenciais candidatos, devido ao momento de incertezas na economia que nosso país vive, uma grande fatia do mercado educacional está sofrendo com as mudanças das regras do FIES.

Posso arriscar que muitas Instituições de Ensino ficariam muito satisfeitas se o número de captação para esse intake fosse, pelo menos, igual ao do último processo seletivo do inverno passado. Afinal, em 2015/2 as instituições de ensino ainda contavam com a ajuda do FIES, salvador para atingir as metas de captação.

Além de contribuir na estabilização mensal do caixa da IES, possibilitando previsibilidade de gestão e orçamento, o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) inspirava o candidato, mesmo desempregado, a assumir uma dívida de longo prazo, afim de uma vida melhor.

Mudanças no FIES

No dia 24 de junho de 2016, o governo federal publicou as mudanças do FIES. Anunciada pelo ministro Aloizio Mercadante, as mudanças têm o objetivo de estimular a participação e diminuir a ociosidade no Programa.

Para qualificar os estudantes ao financiamento, o governo estabeleceu como regra que os candidatos precisam obter uma nota mínima de 450 pontos no ENEM e não podem zerar a redação. Além disso, é preciso ter renda familiar mensal bruta per capita de até 2,5 salários mínimos.

A mais significativa mudança é a redução drástica do número de vagas ofertadas, em comparação aos tempos áureos do programa, passando de 732 mil contratos em 2014 para 147 vagas para o primeiro semestre de 2016.

Para o segundo semestre desse ano, estão previstas 75 mil vagas. Esse número é bem abaixo do esperado pelas instituições de ensino, aumentando ainda mais a pressão sobre a equipe de marketing e sua estratégia de captação.

Redução no número de ingressante

Em pesquisa de mercado, nossa equipe de inteligência estima que, em comparação com a última campanha de inverno, a redução de alunos ingressantes pode chegar a até 40% em algumas regiões do Brasil, estando a média nacional em torno de 22%.

Financiamento próprio da Instituição

Aproveitando o vácuo deixado pela redução das vagas do FIES, grupos consolidadores do mercado educacional estão investindo em financiamentos próprios para atrair candidatos.

Financiados com caixa próprio ou em parcerias com instituições financeiras, esses grupos apostam no modelo de financiamento como estratégia de contorno de objeções, afim de atrair novos candidatos para manter ou aumentar o número da captação de candidatos e alunos.

Pós FIES – Como sua IES pode explorar as oportunidades de captação

Apesar das mudanças no FIES e a atual situação da economia brasileira, sua Instituição de ensino pode continuar atraindo e convertendo os potenciais candidatos em matriculados para o vestibular 2016/2.

Você deve estar se perguntando como, não é mesmo?

Bem, é bem simples. Aposte no relacionamento nas mídias sociais para atrair seu potencial candidato, encantá-lo e convertê-lo em uma nova matrícula.

Afinal, os desejos e expectativas do seu potencial aluno não mudaram. Ele continua desejando ser escutado e valorizado, prioriza o relacionamento com familiares, amigos e empresas e, como bom nativo digital que é, está em busca de informações sobre sua Instituição de ensino nos canais digitais.

Leia também – Como captar alunos nas mídias sociais em 365 dias ao ano e 24 horas por dia

Captação de alunos pelas mídias sociais

As mídias sociais da sua IES devem ser muito mais do que somente um depósito de posts sobre o vestibular ou eventos esporádicos. Elas são uma ferramenta essencial na sua estratégia de captação e retenção de alunos.

Defina as linhas estratégicas de comunicação, produza conteúdo de valor e assertivo para as necessidades do seu potencial candidato e seja relevante para seu futuro aluno.

Ao orientar o relacionamento IES-candidato para a resolução de dúvidas e dificuldades, seu analista conseguirá encantá-lo e assim, conduzi-lo até a matrícula.

Leia também – 03 passos para aumentar o número de matrículas da sua IES via mídias sociais

Se você ainda não utiliza as mídias sociais em sua estratégia de captação, sua IES está perdendo inúmeras oportunidades de captação. É hora de repensar o papel de suas mídias sociais em sua estratégia de marketing educacional.

As mídias sociais têm um custo muito menor do que aquele spot de 30 segundos na TV e com resultados mensuráveis, além de ser o canal preferido do seu candidato da geração Y.

Com as mudanças no FIES e a diminuição de vagas, prevemos o aumento do Custo de Captação (CAC) para as campanhas de 2016/2 e 2017/1.

Direcione parte da energia da sua equipe de comunicação, assim como seu orçamento, para o desenvolvimento e fortalecimento das mídias sociais da sua IES.  Invista no treinamento comercial do seu analista de mídias sociais, prepare-o para encantar seu candidato e aluno.

Leia também – 12 ideias para incrementar os canais de captação de alunos na sua IES

Se deseja aprender mais sobre como captar alunos pelas mídias sociais, te indico nosso e-book – Super manual de Captação – Como captar alunos utilizando as redes sociais.

Fique à vontade para deixar seu comentário ou dúvida abaixo.

Compartilhe conosco como sua IES foi impactada pelas mudanças no FIES e suas estratégias para superar esse desafio.

Até a próxima.

Marcus Aquenaton: CEO – Planeta Y. Durante 15 anos atuei como gestor de marketing e comunicação no Ensino Superior. Passei por diversas universidades. Fiz parte de comitê de estratégia e inovação e palestrei em diversos eventos do mercado educacional brasileiro. Ao longo deste tempo, foram mais de 100 mil novos alunos captados, seja por meio de campanhas de vestibular, seja através de campanhas de relacionamento, do offline e eventos ao online e social media.