Em janeiro de 2018, Mark Zuckenberg publicou em seu perfil pessoal que o Feed de Notícias do Facebook passaria por ajustes durante o ano para se adequar ao novo propósito da empresa, que é permitir que as pessoas tenham experiências memoráveis dentro da plataforma.

Segundo ele, o Facebook foi criado para aproximar mais as pessoas e fortalecer seus relacionamentos. Uma das formas que a rede social faz isso é conectando seus usuários à posts que são significativos para eles, seja de amigos e familiares ou mesmo marcas.

Nos próximos meses, o Facebook irá fazer atualizações no ranking do Feed para que, segundo a empresa, seus usuários tenham mais oportunidades de interação entre eles e com o que eles mais se importam.

Atualização no Feed de Notícias do Facebook: o que mudará?

Atualmente, para definir o que aparece no Feed de Notícias de cada usuário, o Facebook usa alguns dados de engajamento dos posts, ou seja, o número de reações, comentários e compartilhamento.

Com essa atualização no Feed de Notícias, o Facebook passará também a priorizar os posts que estimulem conversas e interações significativas entre as pessoas, que as façam ter vontade de comentar, reagir e compartilhar.

A medida que a empresa de Zuckerberg fizer as atualizações no Feed de Notícias, as páginas poderão perceber uma diminuição no alcance, tempo de visualização de vídeos e direcionamento de tráfego. Os resultados poderão variar de página para página, já que será um reflexo da qualidade do conteúdo produzido e de como as pessoas estão interagindo com ele.

Qual é o impacto da mudança do Feed de Notícias do Facebook?

Um dos impactos mais temidos pelos profissionais de marketing de instituições de ensino com a mudança do algoritmo do Feed de Notícias é a redução total do alcance orgânico de suas postagens, requerendo um investimento bem alto em mídia.

Se essa também é sua preocupação, não se apavore. O novo Feed de Notícias não irá banir o conteúdo da sua página na timeline do seu candidato ou do seu aluno, e sim dar menos prioridade na hora de escolher o que é mais interessante para o usuário.

Conforme Mark Zuckerberg, o Facebook dará prioridade aos posts de amigos, familiares e atualizações que promovam conversas. Consequentemente, por limitação de espaço no Feed de Notícias, isso implicará na exibição de menos conteúdo público, incluindo vídeos e posts de publishers e de negócios, como os da sua Instituição.

Se sua instituição de ensino somente investe em posts que não geram nenhum comentário, reação ou compartilhamento, agora é a hora de repensar sua estratégia.

Afinal, o próprio Facebook está dizendo que você precisa rever a qualidade dos seus posts e colocar seus candidatos e alunos no centro da sua estratégia de conteúdo para as mídias sociais.

Por isso, ensinamos aos nossos clientes que não se deve apostar todas as fichas somente na publicação de posts de divulgação do processo seletivo ou promocionais e sim diversificar o conteúdo para atrair a atenção da audiência e se tornar relevante.

Leia tambémEAD e mídias sociais – entregue conteúdo relevante e se destaque da concorrência

Para gerar novas ideias de conteúdo e posts, é necessário monitorar e escutar seus candidatos e alunos nas mídias sociais para entender o que eles estão falando, identificar oportunidades para se relacionar e assim, aumentar o engajamento em sua página e suas chances de aparecer no Feed de Notícias.

Ao utilizar uma ferramenta de monitoramento de mídias sociais especializada no segmento educacional, que faz a higienização automática das citações e a classificação entre os 10 indicadores do mercado educacional inspirados no Sinaes, você conseguirá otimizar seu processo de escuta e relacionamento com candidatos e alunos e ter mais ideias de conteúdo para ir além das postagens sobre o processo seletivo.

Leia também – Indicadores do mercado educacional para o monitoramento das mídias sociais – parte 01 e parte 02

Cuidado com os gatilhos de engajamento

Uma das estratégias mais comuns, utilizadas pelos profissionais de marketing nas mídias sociais para aumentar o engajamento nos posts nas páginas que administram, é utilizar palavras e verbos de ação para estimular um comentário ou reação.

Se bem utilizada, essa estratégia pode ajudar a aumentar a relevância do post e indicar para o novo Feed de Notícias do Facebook que seu conteúdo é útil para seus candidatos e alunos.

Mas cuidado ao se utilizar desse tipo de artifício para aumentar seu engajamento, agora que o novo Feed de Notícias do Facebook passou a ser mais criterioso com a relevância do seu conteúdo.

Em dezembro de 2017, o Facebook publicou em sua página de notícias que está mais rigoroso com certos tipos de estratégias para conseguir aumentar o engajamento.

A rede social escutou as reclamações de seus usuários sobre posts spam e agora passará a rebaixar e punir posts cujo único intuito é de produzir curtidas, compartilhamento e comentários sem valor.

Por isso, tenha muito cuidado ao usar gatilhos de engajamento, ou “engagement bait, para estimular comentários, reações e compartilhamento. Esses gatilhos estão sendo monitorados e serão punidos.

Evite criar posts do tipo “Dê seu like se você está estudando para a prova do Enem, ao invés de ir curtir a balada com os amigos” ou “Marque seu melhor amigo para fazer o vestibular da NOME da INSTITUIÇÃO com você”, pois posts desse tipo, criados para estimular ações vazias, podem ser interpretados como spam pelo Facebook.

Leia tambémMemes para Facebook – como (tentar) controlar o limite da zueira

Se sua Instituição de ensino já faz o dever de casa e se dedica em produzir e distribuir conteúdo de qualidade, está empenhada em estimular conversas entre seus seguidores e sua equipe de mídias sociais, explora outros formatos de conteúdo além do texto e já trabalha o relacionamento nas mídias sociais, as mudanças no novo Feed de Notícias não irão impactar seus resultados de forma tão drástica.

Caso sua Instituição de ensino aposta somente na publicação do material do último processo seletivo, comece hoje as mudanças em sua estratégia de conteúdo para as mídias sociais e coloque seus alunos e candidatos no centro do seu planejamento de conteúdo.

DICA: Indico a leitura desse post, com dicas sobre como produzir conteúdo para as mídias sociais utilizando indicadores do mercado educacional para aumentar a relevância do seu conteúdo entre seus alunos e candidatos.

Baixe nosso “Super manual de captação” e saiba mais sobre o processo para elaborar e transmitir o conteúdo certo para seu candidato e aluno e como utilizar as mídias sociais da sua Instituição de ensino para gerar novas oportunidades de captação e transformá-las em alunos matriculados.

Equipe Planeta Y: Sempre de olho no que acontece nas Redes Sociais, nossa equipe de especialistas digitais traz para você os novos insights em estratégia para mídias sociais, direcionadas para o Mercado Educacional.